121 Portugal

Andropausa

A andropausa ou menopausa masculina é frequentemente o termo utilizado para descrever a diminuição progressiva da produção de testosterona nos homens entre os 45 e os 55 anos. Porém, esta definição não é a mais correcta, pois apesar de os níveis de testosterona diminuírem nos homens a partir dos 40 anos, estes não são a única causa desta condição.

O que é a andropausa?

A andropausa é um termo utilizado para explicar um conjunto de sintomas que ocorre nos homens a partir de uma certa idade, que podem não estar directamente relacionados com a diminuição dos níveis de testosterona. Ao contrário da menopausa nas mulheres, a andropausa pode ter uma faixa etária mais abrangente, sabendo-se que apresenta sintomas em 21% dos homens entre os 60 e os 80 anos. Apesar de se poder relacionar com a diminuição dos níveis de testosterona, os sintomas da andropausa também podem ser causados pela diabetes, depressão ou ansiedade, problemas de stress, consumo excessivo de álcool, falta de exercício físico ou por uma dieta pouco saudável.

causas da andropausa

 

Sinais e Sintomas da Andropausa

Os sinais e sintomas da andropausa variam de acordo com as causas desta condição. No caso de estar subjacente a diminuição dos níveis de testosterona, podem ocorrer sintomas como:

  • Falta de desejo sexual
  • Problemas de erecção
  • Diminuição da produção de espermatozóides

 

Para além destes sintomas podem ocorrer:

  • Alterações de humor
  • Ondas de calor
  • Suores frios
  • Palpitações
  • Perda de massa muscular
  • Aumento da massa gorda (maior acumulação no abdómen)
  • Cansaço
  • Falta de concentração e irritabilidade
  • Pele seca

Tratamento da Andropausa

Se experienciar estes sinais e sintomas consulte o seu médico de família, para que possa despistar as possíveis causas desta condição. Pode ser-lhe prescrito um exame ao sangue para avaliar os seus níveis de testosterona, entre outros problemas como a diabetes.

No caso de os sintomas se relacionarem com a diminuição da produção de testosterona, pode ser-lhe recomendada uma terapêutica de reposição hormonal, para a melhoria dos sintomas.

Uma alimentação equilibrada, a prática de exercício físico diária e uma vida sexual activa, podem ajudá-lo a combater o stress, a depressão e a falta de desejo sexual. Se a diminuição da produção de testosterona não justificar os sintomas de impotência que experienciar, tenha em conta que existem tratamentos eficazes e seguros para voltar a ter uma vida sexual saudável.

Tratamentos Disponíveis