121doc.pt
InícioDST
Balanite

Balanite

A balanite é um inflamação da glande do pénis. Quando esta inflamação também atinge o prepúcio passa a denominar-se balanopostite.

A balanite é favorecida pela presença de fimose, uma alteração do prepúcio que não permite que este se retraia completamente para expor a glande. Em alguns trabalhos científicos relata-se que os homens que não conseguem higienizar o pénis todo, especialmente se não for circuncisado, evitando retrair o prepúcio, têm uma maior probabilidade de desenvolver balanite, muitas vezes devido a doenças sexualmente transmissíveis.

Um dos factores mais importantes que levam à inflamação do pénis são o herpes genital ou a clamídia, ambos doenças sexualmente transmissíveis. Outros factores podem ser o uso de sabões ou soluções agressivas, bem como cremes espermicidas. A balanite por infecção pelo fungo candida albicans também é muito comum e pode ser tratada com o antifúngico Diflucan 150.

Sintomas da Balanite

Os sintomas mais comuns da balanite são:

  • Dor no pénis
  • Dificuldade em urinar
  • Vermelhidão na área genital
  • Inchaço permanente na glande e no prepúcio
  • Ulceração

Para alguns homens torna-se mesmo impossível recolher o prepúcio devido à dor, podendo também ocorrer micções dolorosas.

Causas da Balanite

A balanite pode ter várias causas, entre as quais:

  • Candidíase

    A candida é um fungo normalmente encontrado na pele, mas em alguns casos pode proliferar e levar à infecção. A balanite provocada pela candida é muito comum e resulta num eritema da pele, levando a comichão, bolhas e por vezes à formação de um exsudado esbranquiçado.

  • Infecções Bacterianas

    Algumas bactérias como a Gardnerella podem proliferar no pénis e causar infecção. Os homens mais vulneráveis ao desenvolvimento de uma infecção bacteriana, sofrem geralmente de diabetes ou fimose.

  • Doenças Sexualmente Transmissíveis

    Algumas doenças sexualmente transmissíveis podem ter os mesmos sintomas que a balanite. Estas incluem o herpes genital, a clamídia e a gonorreia. Muito frequentemente também está presente a uretrite, uma inflamação do canal por onde sai a urina.

  • Dermatite de contacto e alergias

    A pele do pénis é muito sensível e pode irritar-se facilmente se entrar em contacto com determinadas substâncias. Por exemplo, a utilização de sabonetes agressivos ou desinfectantes ou simplesmente uma lavagem muito intensa, podem irritar a extremidade do pénis. A balanite pode também ser uma reacção aos preservativos, cremes espermicidas e lubrificantes.

  • Má higiene

    A falta de higiene nos órgãos genitais, combinada com um prepúcio muito apertado pode levar a uma irritação do pénis causada por esmegma, uma substância densa que se forma sobre o prepúcio se o pénis não for limpo correctamente. É a causa mais comum de balanite.

Tratamento da Balanite

Se sofre de balanite é importante evitar os produtos detergentes na lavagem do pénis. Lave o pénis com água morna e seque delicadamente. Manter a glande e o prepúcio limpo é de extrema importância. A escolha do tratamento para a balanite depende da causa que provocou a irritação.

  • Balanite por candidíase

    Se suspeitar que tem uma balanite causada por candida pode-lhe ser prescrito um tratamento como o fluconazol (Diflucan), estando disponível em comprimidos de 150mg, numa dose única. Se a balanite provocar dor persistente ou prurido pode juntar-se ao medicamento antifúngico um medicamento corticoesteróide a 1% em creme, a ser aplicado durante um período de 14 dias.

  • Balanite por Gardnerella

    Para a balanite causada pela bactéria Gardnerella o medicamento indicado é o antibiótico metronidazol, em comprimidos de 400mg, que deve ser tomado duas vezes por dia, durante 7 dias. Se a balanite causar dor e comichão, pode ser adicionado ao tratamento antibiótico um creme de cortisona a 1% a ser aplicado durante um período máximo de 14 dias.

  • Balanite por contacto

    Para as balanites causadas por irritação ou reacções alérgicas por contacto, deve ser usado um creme de cortisona até ao desaparecimento dos sintomas ou durante um período máximo de 14 dias. Não use preservativos, cremes ou sabonetes que possam causar irritação.

    Em todos os casos se a balanite não melhorar após 7 dias de tratamento é aconselhável fazer análises. A menos que a balanite seja por contacto, as parceiras sexuais também podem apresentar sintomas e precisar de tratamento.

Tratamentos Disponíveis