121 Portugal
Ejaculação Precoce

Ejaculação Precoce

O controlo sobre as relações sexuais permite a obtenção de mais prazer e confiança. A ejaculação precoce (EP) é a incapacidade de completar uma relação sexual satisfatória, pela falta de controlo do homem sobre a sua ejaculação e orgasmo, sendo a relação finalizada antes do esperado.

A ejaculação precoce afecta até 30% da população masculina e pode interferir com o bem-estar psicológico de ambos os membros da relação. A duração para atingir o orgasmo varia de homem para homem, porém pode considerar-se ejaculação precoce quando o homem ejacula em menos de 2 minutos, sendo incapaz de suster o orgasmo após a penetração, ou mesmo antes de esta ocorrer.

Procurar aconselhamento médico para o tratamento desta condição é o primeiro passo para a resolução do problema. Entre as várias opções terapêuticas encontram-se a terapia comportamental, que inclui o apoio psicológico e a realização de técnicas que visam o melhoramento do tempo de ejaculação, a utilização de medicamentos de prescrição ou em casos mais graves, o tratamento cirúrgico.

O que é a ejaculação precoce?

A ejaculação precoce é um problema muito comum, sendo que cerca de 30% da população masculina em todo o mundo sofre desta condição. A maioria dos homens que sofrem de ejaculação precoce experienciam uma baixa autoestima e ansiedade e os sintomas mais comuns são: ejacular antes do momento desejado, antes que a mulher chegue ao orgasmo ou dentro das primeiras 8-15 penetrações vaginais. Cientificamente, a ejaculação precoce é caracterizada como um condição em que o homem ejacula dentro de 120 segundos ou 2 minutos, após o início da penetração.

Causas da ejaculação precoce

A ejaculação precoce não tem idade e pode ser causada por factores psicológicos ou físicos, ou até ser o resultado de um estilo de vida pouco saudável. Homens pouco experientes ou jovens que iniciaram a sua vida sexual recentemente podem sofrer de ejaculação precoce devido ao excesso de excitação ou a uma nova parceira sexual, aumentando a ansiedade durante as relações. Este problema é porém temporário, desaparecendo com o ganho de confiança e experiência. O consumo regular de álcool, drogas e tabaco também pode ter um impacto negativo nas funções do pénis.

As causas psicológicas comuns incluem: stress, culpa, ansiedade, depressão e falta de confiança sexual e as causas físicas podem incluir condições vasculares ou neurológicas, lesões na espinal medula ou esclerose múltipla.

A ejaculação precoce apenas pode ser diagnosticada por um médico, de preferência um urologista, porém, para compreender as causas do problema e avaliar os seus sintomas, deve considerar as seguintes questões:

  • Acha que este problema é causado por factores psicológicos, físicos ou por uma combinação dos dois?
  • Sofre desta condição há muito tempo ou apenas ultimamente?
  • A ejaculação precoce ocorre frequentemente ou é esporádica?

Esta condição só é patológica se o homem ejacular pouco tempo após a penetração, de forma frequente e sem quaisquer melhorias à medida que a experiência sexual aumenta. Se assim for, podem estar subjacentes problemas físicos ou psicológicos que contribuam para a presença desta condição.

Apesar de nalguns casos estarem presentes simultaneamente a ejaculação precoce e a disfunção eréctil, estas condições não estão directamente relacionadas, pelo que uma não é responsável pela outra. Porém, por estas condições partilharem algumas das causas, como a depressão e a ansiedade, alguns homens podem sofrer concomitantemente de ejaculação precoce e disfunção eréctil.

Como tratar a ejaculação precoce?

É mais fácil tratar a ejaculação precoce se conhecer as causas por trás deste problema. Se a origem for psicológica e sofrer de stress ou ansiedade, pode discutir o assunto com a sua parceira ou recorrer à ajuda de um terapeuta ou psicólogo.

Alternativamente, poderá recorrer a técnicas como o start-stop ou à pressão estratégica que visam retardar a ejaculação durante a relação sexual. Os exercícios Kegel permitem fortalecer os músculos do pavimento pélvico, levando a que o homem controle melhor a sua ejaculação durante a penetração.

Apesar de anteriormente alguns pacientes terem utilizado medicamentos antidepressivos para curar a ejaculação precoce, como a fluoxetina, a paroxetina, entre outros, estes demonstraram-se pouco eficazes a controlar a ejaculação e eram responsáveis por alguns efeitos secundários desagradáveis. Actualmente, o único medicamento de prescrição disponível para esta condição é o Priligy dapoxetina, fabricado pelos laboratórios Berlin Chemie Menarini, que permite ao homem controlar a sua ejaculação e orgasmo durante as relações sexuais, aumentando o tempo de ejaculação em 200-300%.

Os tratamentos naturais para a ejaculação precoce não têm eficácia comprovada, pelo que apesar de serem uma alternativa tentadora, muito devido aos seus preços baixos, os resultados não são na maioria das vezes os esperados.

Encontrar tratamento para a ejaculação precoce online

A ejaculação precoce do homem é uma condição incómoda por comprometer o desempenho sexual do homem. Por este motivo, para muitos homens procurar aconselhamento com o seu médico não é a solução ideal, permanecendo muitas vezes sem tratamento.

Para que possa usufruir dos nossos serviços médicos e obter tratamento para a sua condição, pedimos que complete um questionário online com informações sobre a sua saúde em geral e esta condição em particular, para que a nossa equipa médica possa garantir a prescrição do tratamento mais adequado para si. Após a aprovação médica, o seu medicamento será enviado de forma discreta pela nossa farmácia, com data prevista de entrega no dia seguinte.

Priligy

O Priligy (dapoxetina) é um tratamento para a ejaculação precoce e o único medicamento deste tipo disponível, prolongando a duração do sexo até 300%.

Informação e Preços
medicamento priligy original da menarini